CURIOSIDADE

Como organizar as contas do mês?

Um dos maiores desafios que muita gente enfrente e não encontra uma alternativas para organizar as contas do mês não é verdade? Lidar com o dinheiro de forma organizada e consciente é um desafio presente na vida de muitas pessoas, que mês após mês, ficam perdidas, e não conseguem identificar para onde o dinheiro está indo e não tem nenhum controle sobre os rendimentos.

O maior responsável por esta condição lamentável é a ausência de uma educação financeira que nos garanta melhor gerenciamento sobre as finanças, e que proporciona uma vida financeira saudável e sustentável.

Uma educação financeira insatisfatória, pode causar inúmeros transtornos em todos os aspectos da vida, afundando muita gente em endividamentos e descontroles que tiram a paz e dão aquela dor de cabeça. 

Se este é seu caso, fique conosco, reunimos neste texto as melhores dicas para você sair do sufoco, e terminar o mês positivado. 

Faça um diagnóstico para saber como organizar as contas do mês e sua vida financeira

Sabe quando você sente algum desconforto e vai ao médico para que ele dê o diagnóstico do que acontece, e assim, passar o melhor tratamento? Então…

Fazer o diagnóstico financeiro funciona basicamente desta forma, com a diferença que o médico de suas finanças é você. Ele é fundamental para você começar a identificar onde

estão e o que está causando os problemas, e te ajuda a encontrar estratégias eficientes para solucioná-los.

Papel e caneta aqui serão seus aliados, anote exatamente quanto você ganha por mês (aquele dinheiro que entra na sua conta), e todos os gastos que você tem, como aluguel, contas de água e luz, internet, Tv, cursos, dívidas, lazer etc., não deixe nada de fora, mesmo que seja aquele cafezinho que você comprou na lanchonete. 

Este processo vai te ajudar a perceber entre outras coisas:

  • Quanto do seu salário é destinado para as contas; 
  • Se você gasta mais do que ganha e sempre está no vermelho; 
  • Se sobra alguma coisa no fim do mês; 
  • Se é possível fazer uma reserva de emergência; 
  • Quais gastos foram com coisas essenciais ou não; 
  • se está faltando ou sobrando dinheiro;
  • se o seu salário custeia suas necessidades; 
  • se existem gastos que estão fora de seu radar, etc.

Defina suas prioridades, metas e objetivos

A falta de organização financeira faz com que muitas pessoas gastem todo salário com coisas que elas muitas vezes nem se lembram, ocasionando preocupação e ansiedade, mas não se desespere, tenha calma e vamos continuar…

Após entender, por meio do diagnóstico, como você está gastando seu dinheiro, e as características de seu comportamento financeiro, pense:

  • Quais gastos são desnecessários e podem ser cortados para ter uma economia maior no fim do mês?
  • Fazer uma renda extra para aumentar os seus ganhos é uma opção? Se encaixa na sua rotina?
  • Por que repensar suas despesas e a forma que você consome é importante para você hoje? Como isso vai afetar sua vida?

Além disso, ajuda muito perceber o que é ou não prioridade (e entenda prioridade como aquilo que você não pode cortar de jeito nenhum, ex:. se você trabalha em home office e precisa da internet, obviamente esta é uma prioridade) e estabelecer metas e objetivos reais e palpáveis para ter um direcionamento mais claro sobre qual caminho percorrer e onde você pretende chegar. 

Por exemplo, se em 6 meses você pretende fazer um curso, quanto você vai precisar poupar para conseguir pagá-lo?

Livre-se das dívidas e monitore seus gastos

Como organizar as contas do mês
Foto: Como organizar as contas do mês

Não adianta passar pelas etapas anteriores – fez o diagnóstico, e começou a cortar gastos e traçar objetivos – se no mês seguinte, você esquece tudo e volta para a estaca zero. 

Para ter controle sobre os gastos é preciso monitorá-los sempre. Se você for uma pessoa que não se adapta a anotações manuais, use os aplicativos de finanças disponíveis no mercado, como o Organizze ou o Mobills, onde é possível fazer tudo isso pelo celular ou computador de forma automatizada.

Se você tem dívidas, avalie as mais urgentes, entre em contato com seu banco, faça acordos, e veja o que é possível para se livrar delas, depois disso, evite fazer novas dívidas desnecessárias, se planeje e pague, preferencialmente, à vista (mesmo que você demore 2, 3 ou mais meses para comprar aquilo que quer, junte seu dinheiro e compre com a consciência limpa). 

Pode parecer difícil se organizar e ter uma vida financeira equilibrada, mas o importante é começar, não existe fórmula mágica para resolver os problemas em um estalar de dedos. Então, não tenha medo e parta para a ação!

Desculpe, os comentários deste artigo estão encerrados.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Copyrighted.com Registered & Protected

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.